Atualidades

Estreia: Investidores suíços organizam criptoconferência

Oito investidores suíços de renome estão organizando a primeira conferência mundial sobre investimentos em criptomoeda e blockchain. A «Crypto Finance Conference», com duração de três dias, acontecerá em janeiro de 2018 logo antes do Fórum Econômico Mundial em São Moritz. Participam deste evento os mais relevantes atores na área do criptoinvestimento.

Bitcoin dourado com cédula (conceitual)
A primeira criptoconferência mundial se realizará em janeiro de 2018 em São Moritz.

O grupo de investidores e empresários, composto por oito membros suíços, que organiza a primeira «Crypto Finance Conference» global deseja mais compreensão para o blockchain e as criptomoedas. A conferência que se destina à comunidade de investidores global, também tem, no entanto, outros focos principais: Este evento pretende demonstrar as possibilidades de investimento que existem nesta área, a forma como especialistas de risco e instituições reguladoras olham para este tema e a maneira como as criptomoedas podem ser guardadas de forma segura e confiável. Cerca de 250 investidores selecionados foram convidados para a Crypto Finance Conference, que será realizada de 17 a 19 de janeiro de 2018 no hotel «Suvretta House», em São Moritz.

Criptomoedas são atrativas para investidores

De acordo com Tobias Reichmuth, CEO & fundador da SUSI Partners AG, VRP da Crypto Finance AG e co-fundador da Crypto Finance Conference, o blockchain a as criptomoedas são muito atrativos para investidores. Mas ele também alerta que, tal como acontece em todas as indústrias jovens, é necessário ter em conta campanhas publicitárias deturpadas, riscos e uma elevada volatilidade. “Temos observado a falta de conhecimentos e de preparação de informações relacionadas junto aos investidores, e é isso que pretendemos alterar”, é assim que ele justifica a organização da conferência. Já existem muitas conferências orientadas tecnologicamente em todo o mundo, mas ainda falta uma plataforma para as trocas profissionais na área das criptofinanças.

Participação de peso em São Moritz

O grande interesse já despertado confirma a necessidade deste tipo de conferência. São mais de 20 oradores de renome e os mais importantes atores internacionais da área do cripoinvestimento já se inscreveram para participar no evento: além do veterano de blockchain Bobby Lee, que gere a primeira bolsa de bitcoins que, ao mesmo tempo, é líder no mercado, foi possível atrair Jon Matonis, diretor fundador da Fundação Bitcoin. No palco também estarão os fundadores dos mais importantes criptofundos globais, assim como criptoinvestidores bem sucedidos. Daniel Gutenberg, membro CO da conferência que também tem muito sucesso nesta área afirma o seguinte: “A participação na Crypto Finance Conference é insuperável. Até à data ainda não ouvi falar de outro evento que reunisse tanto conhecimento do mundo da criptomoeda e do Bitcoin.

O CO e o papel líder da Suíça

Além de Tobias Reichmuth e Daniel Gutenberg, o comitê de organização da Crypto Finance Conference é composto por Eric Sarasin (antigo banqueiro e investor ativo na área das participações societárias), Marc P. Bernegger (múltiplo empresário web e investor Fintech), Schoscho Rufener (fundador da maior agência de eventos na Suíça), Pascal Forster (conselheiro de topo em recursos humanos, empresário e investor), Sam Manz (fundador dos sites moneyland.ch e firegroup.com) e Andrea-Franco Stöhr (advogado de renome em São Moritz).
Marc P. Bernegger sobre o local do evento:

O Crypto Valley foi um passo essencial para o papel líder da Suíça no setor mundial de blockchain. Daí ser perfeitamente lógico organizar a primeira Crypto Finance Conference mundial para investidores aqui na Suíça.

São Moritz é o ambiente perfeito para esta comunidade dinâmica. É graças a este papel líder, do qual fala Bernegger, que a Suíça está sempre nas primeiras páginas: A cidade Zug é, assim, o primeiro município em todo o mundo que proporciona uma identidade digital a seus habitantes, sendo que as informações pessoais são protegidas através das tecnologias blockchain. Além disso, o banco privado suíço Falcon está fazendo história graças aos serviços de Bitcoin, ao oferecimento direto de criptomoedas a seus clientes e por ter instalado um caixa automático de Bitcoins no lobby da sua sua sede principal em Zurique.

Manual para Investidores

Fontes: www.crypto-finance-conference.com / www.moneycab.com/2017/08/28/schweizer-investoren-organisieren-die-erste-globale-crypto-finance-konferenz/

A Suíça oferece o melhor ambiente financeiro e regulatório do mundo e, consequentemente, o maior nível de proteção aos bitcoins dos nossos clientes.

Wences Casares
CEO, XAPO

Links

Compartilhar

Conteúdo relacionado