Atualidades

Instituições do ensino superior inauguram centro para ciências de dados

Os dois Institutos Federais de Tecnologia, de Zurique e Lausanne, inauguraram juntos um centro nacional para ciências de dados. O propósito é de tornar a Suíça competitiva na área de ciências de dados no âmbito internacional.
Os Institutos Federais de Tecnologia ETH e EPFL inauguram um centro para ciências de dados.
Os Institutos Federais de Tecnologia ETH e EPFL inauguram um centro para ciências de dados. (Foto: Merlin photography ltd./EPFL )

O Swiss Data Science Center (SDSC) foi inaugurado na segunda-feira, contando com a presença dos presidentes do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique (ETH) e a Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), Lino Guzzella e Martin Vetterli. Jure Leskovec, docente na Universidade de Stanford e diretor de pesquisa na rede social Pinterest, também participou da cerimônia em Berna como orador principal.

O novo centro é sediado em Zurique e Lausanne. Ele deve contribuir para que a Suíça possua as competências necessárias na área de ciências de dados, conseguindo assim se posicionar à frente da concorrência internacional. A importância desta área de especialização está crescendo no mundo todo, como explicou a ETH em um comunicado. As ciências de dados são consideradas uma nova ferramenta para melhor analisar sistemas reais e complexos. Entre outras áreas, elas desempenham um papel fundamental na medicina personalizada. Sendo assim, os pesquisadores do SDSC manterão também um foco especial na medicina personalizada além de se concentrarem nas ciências ambientais e tecnologias de fabricação.

“Para ganhar um conhecimento relevante dos montes de dados digitais, é necessário ter o know-how específico dos especialistas de dados. O novo Data Science Center consolida isso e oferece uma plataforma interdisciplinar, beneficiando também a formação e a transferência de conhecimento”, explica Lino Guzzella no comunicado.

O objetivo do SDSC é também desenvolver uma plataforma inovadora na nuvem de dados para análises. Nesta fábrica de conhecimento será possível salvar, pesquisar e analisar dados ordenados, calibrados e anônimos. “Esta nova plataforma é um passo importante para o desenvolvimento da Open Science”, afirma Martin Vetterli no comunicado.

Leia mais
Compartilhar

Conteúdo relacionado