Atualidades

Pesquisas científicas na Suíça alcançaram nível recorde em 2015

Pesquisa e desenvolvimento na Suíça em 2015

Em 2015, a Suíça investiu mais de 22 bilhões de francos suíços em pesquisa e desenvolvimento (P&D), o que corresponde a um aumento de 10,5 por cento em relação ao último levantamento de 2012. As atividades de pesquisa foram principalmente conduzidas por empresas (71%) e instituições de ensino superior (27%), com a participação de 125.000 pessoas. Quanto à intensidade de P&D, a Suíça está muito bem posicionada em comparação com outros países. Estes são os principais resultados da área de P&D, divulgados pelo Instituto Federal de Estatística.

Fotografia industrial no Innocampus em Bienna, experiência e pesquisa científica no laboratório de química do Innocampus em Bienna)
A Suíça está entre os principais países da OECD na área de P&D.

Em 2015, as despesas com atividades de pesquisa conduzidas na Suíça chegaram a 22,1 bilhões de francos suíços, alcançando um nível recorde. Em relação ao último levantamento de 2012, isso corresponde a um aumento de 10,5 por cento. Diante das turbulências no cenário econômico e na política monetária, este aumento significativo surpreende. A remoção da taxa de câmbio mínima do franco suíço pelo Banco Nacional Suíço (BNS) no início de 2015 causou uma forte valorização da moeda nacional. Apesar da difícil situação econômica, os gastos com P&D aumentaram significativamente no período de 2012 a 2015, crescendo mais que a economia em geral, medida com o produto interno bruto (PIB).

Taxa de crescimento de P&D nas escolas superiores fica acima da média nacional

Em valor monetário, as empresas continuam sendo os principais agentes de pesquisa científica na Suíça (71% de todos os investimentos em P&D). Em segundo lugar ficam as instituições de ensino superior, com taxas de crescimento de P&D acima da média nacional. Graças a este forte crescimento, observado desde os anos de 2000, a participação das escolas superiores em P&D está aumentando cada vez mais: No ano de 2000, as escolas superiores arcaram com 23% das despesas com P&D intramuros, e em 2015, já eram 27%.

Alta intensidade de P&D na Suíça

Em comparação com o crescimento do PIB, os gastos com P&D foram nitidamente maiores, aumentando ainda mais a intensidade de P&D na economia suíça. As despesas com P&D na Suíça equivalem a 3,4 por cento do PIB. Portanto, a Suíça está entre os países da OECD que mais investem na área de P&D. No momento, ela ocupa o quarto lugar, ficando somente atrás de Israel, Coreia do Sul e Japão.

Fonte: Comunicado de imprensa do Instituto Federal de Estatística

 

Links

Compartilhar

Conteúdo relacionado