Atualidades

Suíça é vice-campeã em felicidade

Durante um ano a Suíça pôde se apresentar como o país mais feliz do mundo. Agora, esse título foi reconquistado pelos dinamarqueses.

Depois de a Suíça liderar durante um ano, agora o primeiro lugar no ranking global de felicidade é novamente da Dinamarca. É o que mostra o novo Relatório Mundial de Felicidade elaborado pelo Earth Institute da Universidade Columbia e apresentado em Roma na última quarta-feira.

A Suíça voltou a ocupar o segundo lugar, seguida da Islândia. Os demais países do Top Ten são, por ordem decrescente de classificação: Noruega, Finlândia, Canadá, Países Baixos, Nova Zelândia, Austrália e Suécia. No ano passado, todos eles já estavam entre os dez mais felizes do mundo.

O relatório deste ano, publicado às vésperas do Dia Internacional da Felicidade (20 de março), tem por base dados coletados de 2013 a 2015. Em suas duas primeiras edições, em 2012 e 2013, o primeiro lugar foi ocupado pela Dinamarca, que no ano passado foi superada pela Suíça e passou para a terceira posição.

O estudo baseia-se em autodeclarações de aproximadamente 3.000 entrevistados em 157 países. Eles foram solicitados a avaliar sua vida atual em uma escala de zero a dez, sendo dez a melhor nota possível. O relatório vincula essas afirmações com, por exemplo, dados de sistemas de bem-estar social e com o mercado de trabalho.

Para mais informações sobre o tema “Viver na Suíça”, leia nosso Manual para investidores.

Compartilhar

Conteúdo relacionado