Atualidades

Zurique vira Meca para robôs

Zurique acolhe cada vez mais empresas jovens que querem desenvolver dispositivos de condução e de voo autónomos. Também empresas de Silicon Valley deslocam a sua investigação para Zurique. De acordo com as notícias, a ETH desempenha um papel importante neste processo.
Zurique torna-se um lugar de instalação da indústria robótica.
Zurique torna-se um lugar de instalação da indústria robótica. (Foto: Wolfram Scheible/MPI-IS)

Está a formar-se em torno da Escola Politécnica de Zurique (ETH) um cluster cada vez maior na área da robótica, como informa um artigo do diário suíço “Neue Zürcher Zeitung”. Há dezenas de peritos das áreas da robótica e visão computacional a concluir um curso superior ou doutoramento na ETH. A ETH forma na área da robótica um número de mestrandos e doutorandos semelhante ao das universidades de topo da Área da Baía de São Francisco na Califórnia, revela ao periódico Roland Siegwart, Diretor do Laboratório de Sistemas Autónomos (ASL) na ETH. O ASL desenvolve robôs e drones que se orientam de forma totalmente autónoma no seu meio ambiente. “Fizemos o trabalho de preparação antes de o tema se tornar popular na indústria – e depois estávamos prontos para o boom”, afirma Marc Pollefeys, professor de visão computacional na ETH.

O conjunto de talentos em Zurique também desperta o interesse das grandes empresas. Muitas delas deslocam os seus departamentos de investigação para Zurique, para colaborarem com a ETH. Um exemplo é a Disney, o grupo americano do setor dos media. De acordo com o "Neue Zürcher Zeitung”, também empresas como a Amazon, Facebook, Samsung, Bosch e Oracle conduzem, em Zurique, as suas investigações em áreas conexas. E também a Google desenvolve aqui, por exemplo, o Tango, uma plataforma tecnológica que permite que dispositivos se orientem em espaços fechados sem GPS. “Muitas empresas diversificam a sua investigação para locais longe da Área da Baía de São Francisco. Estou convicto de que o seu interesse em Zurique se manterá a longo prazo”, diz Pollefeys.

Graças à ETH e às grandes empresas, nascem cada vez mais startups. Um exemplo é a jovem empresa Daedalean, fundada por um antigo colaborador da Google e que trabalha na construção de aviões de passageiros autopilotados. A maioria dos colaboradores da Daedalean é, de acordo com o artigo, ou ex-alunos da ETH ou antigos colaboradores da Google.

Leia mais
Compartilhar

Conteúdo relacionado