Folha informativa

Polo de blockchain da Suíça

A Suíça tornou-se um centro de novas ideias de negócios referente aos temas de blockchain e Distributed Ledger Technology (DLT). Domiciliado originalmente no Cantão de Zug, o Criptovale obteve uma reputação de polo para o crescimento global, que gerou uma alta concentração de empresas pujantes nas áreas de criptografia, blockchain e DLT em toda a Suíça.

Blockchain Hub Switzerland

A Suíça, é reconhecida internacionalmente por sua legislação favorável à proteção de dados, por sua mão de obra de primeira linha e por sua abertura. Assim como a blockchain, a Suíça também é decentralizada, o que gera um efeito positivo sobre o entendimento sobre esta nova tecnologia. A atitude aberta e proativa do governo federal criou condições básicas extremamente favoráveis para empresas de blockchain, o que gerou um ecossistema pujante, que sempre apresentam lançamentos internacionais. Em 2016, a cidade de Zug foi a primeira cidade do mundo a aceitar pagamentos em bitcoin para fins fiscais. Em 2017, o Criptovale anunciou a introdução de um sistema de identificação decentralizado digital baseado em Ethereum e, em 2018, a empresa de fintech Amun levou à Bolsa Suíça (SIX) o primeiro produto com criptoíndice no mundo.

Links

Compartilhar
Como devemos entrar em contato?